Folha Interativa
Tv Interativa
Política

Desembargador autoriza Temer a ficar preso em São Paulo

Ex-presidente se entregou à PF nesta quinta-feira. Juíza havia concordado em manter o emedebista detido em sala de estado-maior, sem grades

09/05/2019 17h36Atualizado há 5 meses
Por: Redação Interativa
Fonte: VEJA
135
O ex-presidente Michel Temer é preso pela Polícia Federal em São Paulo (SP) - 09/05/2019 (André Penner/AP)
O ex-presidente Michel Temer é preso pela Polícia Federal em São Paulo (SP) - 09/05/2019 (André Penner/AP)

O desembargador federal Abel Gomes, relator da Operação Lava Jato no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), autorizou o ex-presidente Michel Temer (MDB) a continuar preso em São Paulo. Temer se entregou na superintendência da Polícia Federal na capital paulista pouco antes das 15h desta quinta-feira, 9, após mandado de prisão expedido pela juíza federal Carolina Figueiredo, que havia imposto como prazo limite 17h (leia aqui a decisão de Gomes).

 

As defesas de Temer e do coronel reformado da Polícia Militar paulista João Baptista Lima Filho, amigo do emedebista há 30 anos, haviam pedido à magistrada que eles pudessem ficar em São Paulo, onde vivem suas famílias. Caroline, então, consultou o TRF2 sobre a possibilidade. Na primeira vez em que o ex-presidente foi preso, em março, ele passou quatro dias preso na Superintendência da PF no Rio.

 

“A legislação recomenda, em regra, a manutenção do custodiado (definitiva ou provisória) em carceragem no local de seu domicílio, de modo que Sua Excelência não só pode como deve autorizar o recolhimento de Michel Miguel Elias Temer Lulia e João Baptista Lima Filho desta forma”, decidiu Abel Gomes.

 

A juíza federal também reconheceu o direito de Temer de ficar detido em sala especial, por ser ex-presidente, e o de Lima, por ser coronel reformado da Polícia Militar, de ficar preso em unidade militar. Em petição, a defesa do emedebista falou em cumprir a prisão preventiva em uma sala de estado-maior, espaço diferente de uma cela e sem grades, no quartel-general da Polícia Militar de São Paulo.

Eu reporte interativa. Mande sua NotiNot, Foto ou Sugestão de Reportagem

Clicando Aqui!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.