E-mail

interativaportal@gmail.com

WhatsApp

Redação: 27 99700 - 5717 / Comercial: 27 99700 - 5717

Folha Interativa
Pedofilia
Pastor acusado de pedofilia tinha três CPFs falsos, diz Ministério Público
O caso chegou ao conhecimento da 4ª promotora de Justiça de Guarabira
05/03/2019 14h13Atualizado há 2 meses
Por: Redação Interativa
Fonte: Portal Mídia
208
Sede do Ministério Público em Guarabira
Sede do Ministério Público em Guarabira

O  Ministério Público da Paraíba pediu à Justiça a prisão de Magno Vargas Moreira da Silva Paranhos, 66 anos, acusado de estuprar três irmãs de 10, 9 e 8 anos, no Município de Pilões. O caso chegou ao conhecimento da 4ª promotora de Justiça de Guarabira, Andréa Pequeno de Alustau, pelo Conselho Tutelar da cidade, na noite da quinta-feira (28/02). A representante do MPPB pediu a prisão temporária do acusado à Justiça, que foi concedida e executada na manhã desta sexta-feira (01/03, pela Polícia Militar.

 

De acordo com o pedido de prisão assinado pela promotora, o Conselho Tutelar relatou que as três meninas estavam em grave situação de vulnerabilidade, quando conheceram o acusado, há três meses. Ele ofereceu ajuda financeira à família, que vivia em extrema pobreza, em troca das meninas frequentarem sua casa. Segundo o relatório encaminhado ao MP, as crianças saíam da casa do acusado sempre de banho tomado e roupas trocadas e eram vistas passeando com ele, sempre desacompanhadas dos pais, inclusive, para outras cidades e recebiam presentes dele. Até máquina de lavar a família recebeu do acusado.

 

Promotoria recebe denúncia

 

A promotora de Justiça pede que se algum cidadão for conhecedor de outros casos envolvendo o acusado que entrem em contato com a promotoria de Guarabira. Magno Vargas disse que era de São Paulo, e que não tinha nenhum vínculo familiar na cidade de Pilões. Segundo ela, a situação é de tamanha gravidade. Ao suspeitar que estava sendo investigado, o acusado tentou fugir, levando o MPPB a pedir sua prisão imediata.

 

Andréa Pequeno informou, ainda, que o acusado tem três números de CPF em seu nome e endereços em vários Estados do Brasil. Também chegou ao conhecimento do MP que o acusado possuía um notebook no qual armazenava vários filmes e fotos com conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. Por isso, também foi solicitada busca e apreensão em sua casa.

 

O cumprimento das medidas solicitadas pelo MPPB foi determinado pelo juiz da Comarca de Bananeiras, Jailson Shizue Suassuna, durante o plantão judiciário, e cumpridas pela PM, na manhã desta sexta-feira. Segundo a polícia, o acusado foi preso dentro de um ônibus com destino a Guarabira. Ele foi conduzido à sua casa, para o cumprimento do mandado de busca e apreensão de objetos, entre eles um computador, três aparelhos celulares e nove chips, documentos de terceiros, roupas de crianças e brinquedos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Vitória - ES
Atualizado às 23h18
22°
Poucas nuvens Máxima: 26° - Mínima: 21°
22°

Sensação

24 km/h

Vento

69.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
Bíblia
Lico
Anúncio