Tv Interativa
Consumidor

Ipem-ES orienta consumidores sobre cuidados na Black Friday

O diretor geral do Ipem-ES, Rogerinho Pinheiro, explica que é preciso estar atento à segurança dos produtos

28/11/2019 03h39
Por: Redação Interativa
67
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Instituto de Pesos e Medidas do Espírito Santo (Ipem-ES), órgão delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) no Estado, orienta os consumidores que desejam realizar compras na megaliquidação conhecida mundialmente como Black Friday, que ocorre nesta sexta-feira (29).

O diretor geral do Ipem-ES, Rogerinho Pinheiro, explica que é preciso estar atento à segurança dos produtos. “Os descontos que o mercado oferece neste período realmente chamam atenção dos consumidores. No entanto, na hora de fechar negócio é preciso observar alguns quesitos importantes como a origem dos produtos, a segurança e a eficiência energética, como é o caso dos eletrodomésticos”, destaca.

Veja quais são as orientações do Ipem-ES:

Eletrodomésticos:

· Mais de 140 tipos de eletrodomésticos devem ostentar o Selo do Inmetro no produto ou na embalagem, atestando que foram avaliados quanto à segurança. Isso inclui alguns campeões de venda, como secadores e pranchas de cabelo, torradeiras, sanduicheiras, fornos elétricos, entre outros. Veja a relação de produtos aqui! 

· Alguns desses produtos, além de terem sua segurança avaliada, também devem apresentar a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia, informando sobre a eficiência energética e o consumo de energia. É o caso de geladeiras, televisores, fornos de micro-ondas, condicionadores de ar e máquinas de lavar, entre outros.

· Importante: atenção para as compras feitas pela internet! Não é obrigatório o site mostrar o Selo ou a Etiqueta, mas as informações contidas neles devem ser apresentadas de forma clara aos consumidores no momento da venda.

Brinquedos:

- Deve ser observada a presença do Selo de Avaliação da Conformidade (selo do Inmetro). O selo é a principal evidência de que o brinquedo passou pelo processo de certificação e está em conformidade com os requisitos técnicos de segurança e desempenho estabelecidos na legislação;

- Informações quanto à faixa etária. A Certificação do Inmetro estabelece a faixa etária para utilização do brinquedo, sem riscos à segurança de uma criança. Isso evita, por exemplo, um engasgo por ingestão de pequenas peças ou partes de um brinquedo;

- Informações relativas a advertências, precauções de uso e composição do produto são obrigatórias e devem estar em português, mesmo para brinquedos importados;

- Presença de dados do fabricante e/ou importador (marca, razão social, CNPJ, entre outros). Nunca compre um brinquedo sem esses detalhes;

- Procure comprar brinquedos em pontos de venda legalmente estabelecidos. Não compre em mercado paralelo e exija sempre a nota fiscal de compra do produto. Essa simples atitude vai favorecer sua reclamação, no caso do produto adquirido ser impróprio para consumo.

- Os pais devem ficar atentos e dar especial atenção aos casos de crianças, de diferentes faixas etárias, que brincam juntas. O brinquedo destinado a uma criança mais velha pode apresentar características que, para crianças mais novas, representam riscos à segurança;

- Durante a brincadeira, a criança deve ser sempre supervisionada por um adulto. Por mais seguro que seja o brinquedo, ele não dispensa a supervisão de um adulto no momento de sua utilização pelas crianças;

Pirataria não é legal

· Nesta Black Friday diga não à pirataria! Exija nota fiscal! Produtos falsificados causam desemprego, geram perda de tributos para a União, estados e municípios e ainda ajudam a fomentar a crime organizado.
· Fique atento! Produtos falsificados podem ter efeitos prejudiciais à saúde e à segurança de sua família.

(Com informações do Inmetro)

Irregularidades

O cidadão que suspeitar de irregularidades ou tiver dúvidas pode entrar em contato com a Ouvidoria do Ipem-ES, pelo telefone 0800 039 1112 ou e-mail: [email protected]

Acidentes de consumo causados por brinquedos podem ser relatados por meio do site do Inmetro, no endereço eletrônico http://www.inmetro.gov.br/consumidor/formulario_acidente.asp

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.