Domingo, 13 de Junho de 2021 06:16
-
Saúde Maranhão

Maranhão é destaque na Revista Veja por medidas corajosas no combate ao coronavírus

A reportagem mostra que o estado apresenta uma taxa de letalidade menor que países como Itália, Reino Unido, Estados Unidos e Argentina.

08/05/2021 23h15
9
Por: Redação Interativa Fonte: Secom Maranhão
Maranhão implantou hospitais de campanha para combater a pandemia (Foto: Divulgação)
Maranhão implantou hospitais de campanha para combater a pandemia (Foto: Divulgação)

Os esforços do Governo do Maranhão na luta contra a pandemia do coronavírus ganharam destaque nacional pela Revista Veja. Na publicação, são destacados os esforços do Maranhão no combate à Covid-19.

A reportagem analisa a taxa de letalidade em todo o país, tendo como base os números coletados em todos os estados brasileiros (índice de mortes pro Covid-19 a cada 100 mil habitantes no Brasil). É mostrado, ainda, que o Maranhão, com 105,1, apresenta uma taxa menor que outros países, como Itália (202,34), Reino Unido (191,26), Estados Unidos (176,48), Argentina (146,57), entre outros.

“Comparado à dimensão da tragédia brasileira, o bom resultado obtido até aqui com o programa de redução de danos do Maranhão não foi obra do acaso”, cita a matéria, ao destacar iniciativas lideradas pelo Governo do Maranhão, que mostraram ser efetivas em incentivar a população a seguir as normas sanitárias e, também, ao conseguir insumos e materiais necessários para a saúde de todo o Estado.

Entre os esforços do Maranhão no combate à Covid-19, está, por exemplo, a criação da Rede solidária, formada entre a Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) e a classe empresarial, que se tornou crucial para reduzir os impactos da pandemia.

Com esta parceria, feita com mais de 100 empresas, foram realizadas: a compra e a arrecadação de mais de 200 ventiladores mecânicos, que foram distribuídos para toda a rede de saúde do Maranhão; a doação de equipamentos de saúde para a rede estadual, como termômetros, colchão para leitos de UTI, face shields, álcool 70%, produtos de limpeza e caixas térmicas para a armazenagem de vacinas, além da entrega de mais 800 mil m³ de oxigênio medicinal e cestas básicas; e a implantação de quatro hospitais de campanha no Maranhão, como nos municípios de Pedreiras, Bacabal, São Luís e Imperatriz (totalizando 277 leitos).

Doação de oxigênio medicinal foi fundamental no enfrentamento da pandemia (Foto: Divulgação)

Para o secretário Simplício Araújo, da Seinc, a parceria do Governo do Estado com a classe empresarial se tornou um diferencial do Maranhão em saber dialogar e criar novas estratégias para vencer desafios sanitários e econômicos.

“Estes dados positivos relacionados ao Maranhão evidenciam o êxito e a eficiência do diálogo que temos mantido com as empresas desde o início. É um reforço de que, unidos, podemos crescer e estimular o crescimento sempre”, avaliou o secretário.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias