Tv Interativa
Folha Interativa
Educação

Tecnologia auxilia aulas de física em escola de Laranja da Terra

Experiência exitosa, ocorreu nas aulas de Física do Ensino Médio

06/10/2019 14h11
Por: Redação Interativa
Fonte: Governo do ES
31
Foto Reprodução
Foto Reprodução

Cada vez mais se faz necessário a adoção de práticas diferenciadas para auxiliar o ensino e aprendizagem. Pensando nisso, a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Joaquim Caetano de Paiva, em Laranja da Terra, vem incentivando e apoiando práticas inovadoras por meio da utilização das tecnologias em sala de aula.

 

Uma experiência exitosa, ocorreu nas aulas de Física do Ensino Médio, no desenvolvimento das bases conceituais da Gravitação Universal, incluindo as Leis de Kepler. O professor Marcelo Schu­­lz trabalhou os conceitos tendo por base o protagonismo estudantil, utilizando vídeos, experimentação por meio de um planetário portátil que está disponível na escola. “O equipamento permite a simulação do sistema solar heliocêntrico por meio de uma lâmpada e um mecanismo de polias que simula os principais fenômenos como: rotação, translação, fases da lua e o eclipse solar e lunar”, explicou Schu­­lz.

 

O outro momento da aula contou com uma proposta ainda mais ativa, em que os estudantes puderam mostrar o que aprenderam através de um jogo em equipe disponível no aplicativo Socrative. Foi elaborado um quis com base nesse aplicativo, referente à aula com 17 questões de múltipla escolha e lançados para a turma em forma do jogo do foguete. Além disso, foram confeccionadas plaquinhas feitas com suporte de madeira e distribuídas uma para cada equipe de acordo com a cor sorteada e lançada pelo aplicativo.

 

As equipes foram respondendo as questões no celular e o resultado pôde ser acompanhado em tempo real na tela do projetor. O questionário foi lançado na forma de “feedback instantâneo” que mostrou imediatamente ao aluno se a questão foi respondida de forma correta ou incorretamente, além de dar explicações anexas às questões.

 

“Essa experiência além de enriquecer o currículo, motiva os alunos para o aprendizado da disciplina e melhora todo o processo de ensino e aprendizagem, uma vez que foi possível realizar um diagnóstico imediato dos pontos que precisavam ser revisados. Assim, por meio do aplicativo Socrative, percebi que daria para aumentar a interação entre professor e aluno, oferecer uma metodologia diferenciada, ativa, divertida e ainda obter uma forma que facilita e otimiza o tempo na análise dos dados. O melhor de tudo isso, foi ver o envolvimento dos estudantes”, disse o professor.

 

Para a Diretora Míriam Klitzke Seibel “utilizar a tecnologia em prol da aprendizagem é um modo de atrair a atenção do aluno, promover o aprendizado coletivo e assegurar a formação integral dos educandos. E é nessa vertente que a Escola Joaquim Caetano de Paiva vem atuando”, disse a diretora.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.