Tv Interativa
Folha Interativa
Sem prestígio

Freire nega filiação de Hartung ao PPS e critica senador Marcos do Val

Freire negou que o ex-governador Paulo Hartung (MDB-ES) esteja se filiando ao partido.

05/07/2019 00h27Atualizado há 2 meses
Por: Redação Interativa
Fonte: Agência Congresso
95
Presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire
Presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire

O presidente nacional do Cidadania, ex-PPS, o ex-deputado federal Roberto Freire, negou hoje que o ex-governador Paulo Hartung (MDB-ES) esteja se filiando ao partido.

“Não existe essa conversa com o ex-governador, apesar de respeitarmos as posições políticas dele”. Mas Freire admitiu que Hartung estaria conversando com o comando do PPS capixaba afim de construir alianças para 2020.

Freire citou, em entrevista exclusiva para a AGÊNCIA CONGRESSO, dois nomes de pré-candidatos que teriam prioridades nas conversas com o ex-governador, o vereador Fabrício Gandini em Vitória e Tayana Dantas em Vila Velha.

As conversas são feitas pelo prefeito de Vitória, Luciano Rezende (Cidadania). Roberto Freire elogiou a filiação da diretora da Universidade de Vila Velha (UVV), Tayana, a quem chamou de “grande aquisição”.

Contra o partido

Sobre a possível desfiliação do senador Marcos do Val – noticiada com exclusividade pelo site Agência Congresso, o presidente do Cidadania diz que espera não ser verdade. E defende que ele permaneça no partido.

O senador, mesmo contrariando posições do partido, como no caso do decreto de armas, não recebeu nenhuma crítica nossa. Não sei do que ele reclama. O partido o respeitou, não questionou as decisões pessoais dele. O decreto de armas é o maior exemplo disso”, afirmou.

Freire se referia ao fato do senador capixaba ter apoiado o decreto do presidente Bolsonaro, mesmo contra a posição do partido e da líder do Cidadania no Senado, senadora Eliziane Gama (MA). Ela foi uma das autoras de projeto que derrubou o decreto presidencial.

Na última terça-feira (2), ao ameaçar sair do partido, Do Val deixou claro que se o ex-governador Hartung entrasse por uma porta, ele sairia por outra. O capixaba foi eleito pela coligação do atual governador Renato Casagrande, adversário político de Hartung.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.