domingo, 17 de fevereiro de 2019
Redação: 27 99700 - 5717 / Comercial: 27 99700 - 5717
Cultura

15/01/2019 ás 09h37 - atualizada em 15/01/2019 ás 09h42

48

Redação Interativa

Vitória / ES

Aracruz - Maratona de filmes infantis brasileiros na próxima sexta, no Museu Histórico de Santa Cruz
Cineclube Guaiamum: Sete curtas metragens infantis e uma hora de sessão.
Aracruz -  Maratona de filmes infantis brasileiros na próxima sexta, no Museu Histórico de Santa Cruz
“Alma Carioca – um cachorro de menino”, de William Côgo, é um dos curtas que serão exibidos

Na próxima sexta-feira, 18 de janeiro, o Cineclube Guaiamum leva ao Museu Histórico de Santa Cruz uma maratona de cinema brasileiro, com produções de cineastas do Ceara, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São paulo. O encontro será a partir das 19h, com entrada gratuita.


“Isabel e o cachorro flautista”, dirigido por Christian Saghaard é um dos curtas que vão compor a segunda sessão do Cineclube Guaiamum. A ficção conta a história de Isabel, uma menina que mora na praia e tem uma ligação especial com o mar. No dia da festa de Iemanjá, um cachorro pega a flauta de isabel e foge, mergulhando no mar. Isabel mergulha atrás dele, e a aventura continua até os dois chegarem numa cidade submersa: São Paulo.


Outro filme que estará em exibição é uma animação dirigida por Victor-Hugo Borges. “Historietas Assombradas para Crianças Mal Criadas traz três histórias divertidas, contada por uma vovó bem diferente.


Já em “Mitos do Mondo: Como surgiu a noite?”, de Andrés Lieban, a visão de mundo dos povos indígenas brasileiros tomarão conta da telona. Baseado em um mito de criação, esta animação nos leva à idade dos sonhos, onde os objetos tinham vida e onde a noite vivia aprisionada em um coco que pertencia à cobra grande – uma terrível feiticeira.


“O nordestino e o toque de sua lamparina”, de Ítalo Maia; “O tamanho que não cai bem”, de Tadao Miaque e alunos da escola Almirante Álvaro Alberto de Mota e Silva; “Alma Carioca – um cachorro de menino”, de William Côgo e “Disfarce Explosivo”, são outros curtas que serão exibidos durante a sessão.


O projeto é realizado de forma coletiva, envolvendo a Prefeitura de Aracruz, por meio das secretarias de Comunicação (SECOM) e Turismo e Cultura (SEMTUR), Organização dos Cineclubes Capixabas (OCCa) e Cineclube da Diversidade.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium