Segunda, 17 de dezembro de 2018
Redação: 27 99700 - 5717 / Comercial: 27 99640 -3523

22º

Min 23º Max 27º

Claro

Vitoria - ES

às 07:21
Brasil

17/11/2018 ás 23h56

88

Redação Interativa

Vitória / ES

Senador pede a Bolsonaro para abrir caixa preta do BNDES
O texto segue estacionado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).
Senador pede a Bolsonaro para abrir caixa preta do BNDES
Foto: Reprodução

O senador Lasier Martins (PSD-RS) alertou o presidente eleito Jair Bolsonaro da necessidade de mudar a lei para que ele cumpra a promessa de tirar o sigilo de empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).


 


“Já temos o mais importante, que é vontade política de revelar dados sigilosos a encobrir crimes. Mas ainda falta a chave jurídica para se abrir essa caixa-preta, sem riscos de contestações legais”, discursou. Na sua avaliação, concretizar esse gesto trará à tona “maus feitos mais vultosos que os do petrolão”.


 


Para evitar um eventual impasse nessa questão, o parlamentar ofereceu como contribuição projeto de sua autoria, o PLS 7/2016, que trata especialmente da transparência das operações com o banco de fomento, alterando trechos da lei complementar 105/2001. Ele ressaltou que o projeto, uma das recomendações da CPI do BNDES, preserva direitos de clientes da instituição.


 


A proposta, que é uma bandeira do mandato de Lasier, tem sofrido forte resistência no Senado, com momentos de explícita obstrução no plenário. O texto segue estacionado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). “Tenho a esperança de que minha luta não foi em vão”, disse o senador.


 


No último dia 7, Bolsonaro anunciou que promoveria uma devassa nos números ocultos das operações do BNDES. De forma enfática, ele se comprometeu a tomar essa medida logo nos primeiros dias de mandato.


 


“Essa notícia deve ser aplaudida de pé por todos contribuintes e ultrajados com desvios bilionários no banco em favor de ditaduras da África e da América Latina, contra o interesse nacional”, comentou Lasier. “Essa página torpe de nossa história precisa ser passada a limpo”.

FONTE: Agência Congresso

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium