Quinta, 15 de novembro de 2018
Redação: 27 99700 - 5717 / Comercial: 27 99640 -3523

25º

Min 23º Max 29º

Parcialmente nublado

Vitoria - ES

às 21:07
Cidades

30/10/2018 ás 21h46 - atualizada em 30/10/2018 ás 22h24

345

Redação Interativa

Vitória / ES

Manato reassume PSL capixaba e diz que será ponte de investimentos do Governo no ES
Partido de cara nova
Manato reassume PSL capixaba e diz que será ponte de investimentos do Governo no ES
Manato e o Presidente eleito Jair Bolsonaro

O deputado federal Carlos Manato reassumiu a presidência do PSL Estadual. O Partido Social Liberal (PSL), que foi o grande protagonista das eleições 2018, elegendo no Espírito Santo quatro deputados estaduais e um federal, além do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, promete consolidação e crescimento nos próximos anos.


 


Manato havia se afastado da liderança do partido devido às eleições, na qual concorreu ao cargo de governador do Estado. “Vamos reestruturar o Partido para o seu fortalecimento. Faremos uma campanha de filiação em todo o Estado, vamos identificar novas lideranças que contribuíram para o sucesso de votação em Bolsonaro no Estado e montar os diretórios em todos os 78 municípios do Espírito Santo”, revelou Manato.


 


Eleições


Após a vitória presidencial, Manato avaliou que essa foi uma vitória do povo brasileiro, e do estado capixaba, e que a votação superou a meta no ES. “Desde o início colocamos meta de chegar a 65 milhões de votos e chegamos a mais de 67 milhões. É uma satisfação pessoal ver que o povo entendeu o projeto de Bolsonaro de combater corrupção, diminuir cargos comissionados, diminuir impostos e estatais. O projeto, agora, é unir o Brasil”, destacou.


 


Manato, que é deputado federal em terceiro mandato, desistiu de concorrer à reeleição para fazer palanque à candidatura do presidente eleito em território capixaba. Ao longo da campanha, Carlos Manato se colocou como candidato ao Governo do Espírito Santo e “soldado” de Bolsonaro. Postura, que, após a vitória nacional, mostrou que valeu á pena.


 


“Fiquei feliz de ser coordenador da campanha de Bolsonaro no Estado. Com certeza valeu a pena não buscar a reeleição para ajudar a candidatura dele. No primeiro momento foi sacrifício, mas no segundo momento foi prazeroso, porque defendi uma causa que acredito. Agradeço aos capixabas pelo voto e por acreditar em Bolsonaro”.


 


O presidente estadual do PSL disse que não esteve com o presidente eleito, mas que ambos já conversaram. “O presidente eleito está no Rio de Janeiro e eu em Brasília cumprindo meus compromissos de deputado federal. Não estivemos juntos, ainda, mas já nos falamos e ele está bem satisfeito. Foi uma conversa rápida, mas ouvi que Bolsonaro conta conosco nessa mudança no país. E já marcamos encontro na próxima semana”, informou destacando que não terá cargo em Brasília. “Vou voltar para o Espírito Santo e tocar o PSL”.


 


ES e União


Manato acredita que mesmo que o governador eleito, Renato Casagrande (PSB) não tenha apoiado o PSL no segundo turno, seu trabalho e do senador Magno Malta, farão com que o Governo Federal tenha um carinho especial com o Espírito Santo. “Nós somos capixaba e amamos o estado. Queremos puxar investimento do governo federal e vamos unir força, eu e Magno, para duplicação da BR 262, licenças ambientais para os portos. Acredito que Magno vai trabalhar no governo, não sei em que grau. O objetivo que não vou abrir mão é tirar a Conab de dentro de Jardim da penha porque aquilo passou dos limites”.


 


Casagrande, que se colocou como neutro no segundo turno é filiado ao PSB, que nacionalmente apoiou a candidatura do PT, com Fernando Haddad. Isso, na avaliação de Carlos Manato, comprova uma “falsa neutralidade”. “Foi uma falsa neutralidade, o partido dele e as pessoas ligadas a ele trabalharam para Haddad. Jogou para a galera. Se ele chamasse o PSB e dissesse que não poderiam trabalhar para qualquer um dos candidatos, acreditaria. Papai Noel existe também”, ironizou. Mas minimizou: “Isso é passado”, concluiu. Por meio de sua assessoria o governador eleito disse que ainda não falou com o presidente eleito, mas que vai ligar para Bolsonaro nos próximos dias.

FONTE: ES Hoje

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium