Terça, 22 de maio de 2018
Redação: 27 99700 - 5717 / Comercial: 27 99640 -3523

20º

Min 20º Max 25º

Parcialmente nublado

Vitoria - ES

às 06:30
Brasil

15/05/2018 ás 00h26 - atualizada em 15/05/2018 ás 00h36

20

Redação

Teresina / PI

Planalto desiste de slogan 'O Brasil voltou, 20 anos em 2' após interpretação ambígua
Governo
Planalto desiste de slogan 'O Brasil voltou, 20 anos em 2' após interpretação ambígua
Foto: Divulgação

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Depois de ter distribuído um convite que trazia o slogan "O Brasil voltou, 20 anos em 2", o governo recuou e mudou o mote do evento que será realizado nesta terça-feira (15), em comemoração aos dois anos da gestão de Michel Temer.
A nova versão, divulgada pelo Palácio do Planalto no início da noite desta segunda-feira (14), reduziu o nome da cerimônia para "Maio/2016 - Maio/2018: O Brasil Voltou".
O slogan que falava em 20 anos em 2 era uma referência ao programa de governo do ex-presidente Juscelino Kubitschek -50 anos em 5- que propunha uma política de governo desenvolvimentista.

O tema havia sido sugerido a Temer pelo marqueteiro do Planalto, Elsinho Mouco, mas que não havia sido aprovada por toda a equipe.
A divulgação do tema gerou críticas sobre a dupla interpretação da frase, que poderia ter sentido negativo se a vírgula fosse omitida.
No material que será distribuído durante a cerimônia nesta terça, como uma cartilha com os atos do Executivo, será usada ainda a palavra "avançamos" acompanhada do símbolo de "V de Vitória", que também representa o aniversário de dois anos da gestão Temer.
O presidente deve fazer um discurso sobre as medidas realizadas desde que ele assumiu o poder.
Devem ser destacados atos como a reforma trabalhista, as mudanças no Ensino Médio, a aprovação do teto de gastos pelo Congresso e as melhoras em indicadores econômicos, como queda da inflação e da taxa básica de juros.
O emedebista entrou no cargo no dia 12 de maio de 2016, após o Senado aprovar a abertura do processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff.
Dois anos depois, o emedebista convive com altos índices de impopularidade.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium