Terça, 16 de janeiro de 201816/1/2018
27 0000-0000
Tempestuoso
24º
27º
28º
Vitoria - ES
Erro ao processar!
FOLHA INTERATIVA
CIDADES
Presidente da Assembleia ainda não 'decolou' para a reeleição em 2018
Volta à Assembleia
Fabrício Vieira Teresina - PI
Postada em 08/01/2018 ás 23h12 - atualizada em 08/01/2018 ás 23h23
Presidente da Assembleia ainda não 'decolou' para a reeleição em 2018

Deputado Erick Musso - Foto Internet

A reeleição do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (PMDB), fica a cada dia mais difícil, de acordo com avaliação do mercado político. Ao contrário do que usualmente ocorre, o parlamentar não soube ampliar suas bases eleitorais, permanecendo no reduzido círculo de seu município, Aracruz, no norte do Estado.


Musso chegou à presidência da Casa com o apoio da ala contrária ao antigo deputado Theodorico Ferraço (DEM), comandada pelo governador Paulo Hartung, com a colaboração do deputado Marcelo Santos (PMDB). Ele foi a saída para superar o interesse de Ferraço em permanecer à frente da Casa, depois de dois mandatos na função. 


Político novato, de apenas 30 anos, Erick Musso terá que disputar a reeleição com 16 candidatos em seu município, o que provocará intensa pulverização de votos, considerando um colégio eleitoral de cerca de 50 mil eleitores. 


Outro fator pesa na balança: a bancada do seu partido, o PMDB, é composta por sete integrantes. Nomes fortes, em busca de não perder o lugar na Assembleia. Erick até se movimentou nos últimos meses para trocar de partido, o que facilitaria uma acomodação, mas até agora não sinalizou para outro destino.


Além disso, seu principal adversário será o atual presidente da Câmara de Vereadores, Alcântaro Filho (Rede), de 28 anos que, segundo circula em Aracruz, transformou seu gabinete em um autêntico comitê de campanha eleitoral.  


O atual presidente tentou eleger-se prefeito em 2016, mas não obteve êxito, mesmo reunindo em seu palanque Hartung, do ex-governador Renato Casagrande e também do deputado federal Marcos Vicente, campeão de emendas parlamentares em Brasília. Foi derrotado pelo atual prefeito Jones Cavaglieri (SD).


Embora jovem, Musso sempre viveu na esfera política. Seguiu o avô, Heraldo Barbosa Musso, prefeito de Aracruz por dois mandatos e deputado estadual por outros três. Ele foi vereador, aos 25 anos, e presidente da Câmara. Em 2014 chegou a deputado estadual com 14.683 votos, sendo alçado depois ao comando do legislativo estadual. 

FONTE: Século Diário
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium