Sexta, 19 de outubro de 2018
Redação: 27 99700 - 5717 / Comercial: 27 99640 -3523

27º

Min 23º Max 27º

Nublado

Vitoria - ES

às 11:23
Cidades

14/12/2017 ás 10h29 - atualizada em 14/12/2017 ás 11h08

2.915

Redação

Teresina / PI

Aracruz - Evangélicos podem salvar mandato de vereador
Sessão Especial, hoje às 15 horas
Aracruz - Evangélicos podem salvar mandato de vereador
Sede do Poderr Legislativo de Aracruz

A Câmara de Vereadores de Aracruz, no Norte do Estado, realiza nesta quinta-feira (14), às 15 horas, sessão especial para apreciação do Processo nº 843/2017.


Em pauta estará a analise do relatório da comissão que investiga suposta quebra de decoro do vereador Alberto Lopes, vulgo Beto Negreiro (PRB).


Os parlamentares que se declaram evangélicos, estarão em uma situação complicada neste julgamento em razão de suas convicções religiosas.


Segundo os bastidores, grande parte dos vereadores evangélicos, irão ser mais corporativistas, sendo favoráveis ao colega, não levando em consideração a suposta agressão contra à mulher, o suposto uso entorpecentes e nem mesmo a suposta participação no  ménage à trois. Outro fato relevante também segundo os bastidores, que não será levado em consideração pelos evangélicos, que são ferrenhos defensores da família tradicional  é que o parlamentar é  casado.


Entenda o caso


De acordo com a denúncia, o político teria entrado em uma confusão em um motel da cidade, no dia 20 de agosto, quando supostamente brigou com um casal.


Na ocasião Beto teria prometido pagar uma quantia de R$ 800 a um homem, caso ele deixasse a esposa fazer sexo com o vereador.


Porém, já no motel, o vereador teria se descontrolado e promovido um quebra-quebra.


Além disso, durante a confusão, Negreiro ainda teria dito que tinha uma arma dentro do carro. 


A Polícia Militar foi chamada para apartar a briga no motel e, segundo o boletim de ocorrência, o quarto do motel, que fica na zona rural do município, foi totalmente danificado. 


Para os policiais, Negreiro afirmou que convidou o casal para ir ao motel e, chegando lá, eles teriam tentado matá-lo. Já o casal alegou que, ao chegar ao quarto, o vereador ficou enciumado quando viu os dois juntos e teria começado a confusão. Ambos alegam que o político tentou agredi-los e quebrou objetos.


Eles ainda afirmam que Negreiro teria ameaçado os dois caso tentassem sair do motel e teria dito que tinha uma pistola calibre 380 no carro. Os policiais fizeram buscas no veículo do político, mas não encontraram a arma.


A Denúncia e processo interno


A denúncia chegou à Casa com a cópia do boletim de ocorrência e por unanimidade os vereadores decidiram instaurar a comissão processante, com direito a ampla defesa do vereador Alberto Lopes.


A Punição


A pena para a quebra de decoro pode ser até a cassação do mandato,


RESOLUÇÃO  Nº 492, DE 31 DE DEZEMBRO DE 1990.


Art. 161 - De posse dos autos, o Presidente convocará sessão especial de julgamento.



  • 1º.Na sessão de julgamento o parecer final da Comissão Processante será lido integralmente e, em seguida, cada vereador poderá usar da palavra, por quinze minutos, e, ao final, o denunciado, ou seu procurador, terá o prazo máximo de duas horas para produzir defesa oral.

  • 2º.Concluída a defesa, passar-se-á imediatamente à votação por escrutínio secreto, obedecidas regras regimentais.

  • 3º.Serão tantas as votações quantas forem as infrações articuladas na denúncia.

  • 4º.Se houver condenação, a Mesa baixará o Decreto Legislativo de aplicação de penalidade cabível nos termos da Lei Orgânica.


Art. 162 - Se, decorridos cento e oitenta dias do recebimento da denúncia, o julgamento não estiver concluído, o processo será arquivado.


A Comissão


A comissão composta por cinco vereadores, sendo Toni Loureiro (PP) o presidente, Celso Dias (PRB) o relator e fazem parte ainda Mônica Cordeiro (PDT), Carlinhos do Josiel (PP) e Adeir do Gás (PDT).


O Outro Lado


Não conseguimos contato com o vereador Alberto Lopes.


 


*Ménage à trois:


1. arranjo segundo o qual três pessoas (p.ex., um casal mais um ou uma amante) compartilham relações sexuais e/ou amorosas, esp. morando juntas (num só ménage).


2p.ext. qualquer relação sexual entre três pessoas.

FONTE: Redação

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium