domingo, 17 de dezembro de 201717/12/2017
27 0000-0000
Nublado
23º
25º
27º
Vitoria - ES
Erro ao processar!
POLÍTICA
Eleições 2018: Colnago e Vidigal para o governo. Hartung para o Senado
Sucessão do Anchieta
Fabrício Vieira Teresina - PI
Postada em 04/12/2017 ás 21h37 - atualizada em 04/12/2017 ás 21h47
Eleições 2018: Colnago e Vidigal para o governo. Hartung para o Senado

Foto: Divulgação

BRASÍLIA – Se o governador Paulo Hartung (PMDB) conseguir viabilizar o nome do seu vice, César Colnago (PSDB), para disputar o governo agora em 2018, ele (PH) sairá para o Senado.


Essa possível chapa – que teria ainda o nome do deputado Sérgio Vidigal (PDT) como candidato a vice governador – estaria condicionada a pesquisas eleitorais que serão feitas após o Carnaval.


Se a chapa decolar beleza. Tanto Colnago quanto Vidigal tem votos na Grande Vitória e interior. O  nome do deputado estadual Amaro Neto também estaria neste esquema como o segundo candidato ao Senado:


“Hartung quer dar uma demonstração de força para o cenário político nacional. Eleger o sucessor e as duas vagas ao Senado. E pelo menos três federais.”, diz uma fonte da AGENCIA CONGRESSO.



FEDERAIS – A formação desta chapa agrada aos deputados federais que disputam a reeleição porque de cara saem da disputa dois nomes de peso para a Câmara Federal.


Vidigal e Colnago vão disputar a Câmara Federal, de novo, caso essa chapa não vingue.


E FERRAÇO? – O senador Ricardo Ferraço (PSDB), candidato a reeleição, não estaria nos projetos de Hartung porque é visto como um provável aliado de Renato Casagrande (PSB) e Rose de Freitas (PMDB).


O Palácio Anchieta avalia hoje – segundo a mesma fonte – que ele (Ferraço) vai seguir o caminho do paí, Theodorico Ferraço, que rompeu com Hartung e apoia Casagrande para o governo.


SEM APOIO – O problema, segundo alguns presidentes de partido, é César decolar. O vice não tem um bom relacionamento com os deputados federais, que são em sua maioria, presidentes regionais de partidos.


JUCÁ – Ouvido pela Agência Congresso, o presidente nacional do PMDB, senador Romero Jucá, disse acreditar que Hartung fica no PMDB e será candidato a reeleição.

FONTE: Agência Congresso
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
670
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium